Blog do Thales Castro - Thales Castro

Flávio Dino diz que Bolsonaro mente quando diz que enviou R$ 18 bilhões para o Maranhão

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse hoje (11), em Alcântara, que o Estado não tem motivos para reclamar da falta de leitos, já que o governo federal teria destinado R$ 109 milhões exclusivos para a implantação dos leitos no Maranhão.

 

“No ano passado, o governo federal dispensou R$ 18 bilhões para o estado do Maranhão. Desses R$ 18 bilhões, R$ 1,3 bilhão foi para Saúde. E R$ 190 milhões foram exclusivamente para leitos de UTI. Então não justifica qualquer reclamação de não haver leitos de UTI para atender os irmãos maranhenses“, declarou Bolsonaro, em cerimônia de entrega de títulos de propriedade.

 

O governador Flávio Dino rebateu, logo em seguida, as afirmações de Bolsonaro.

 

“1. Habilitar leitos de UTI no SUS não é favor, é obrigação legal. 2. Ação judicial que entramos se refere ao exercício de 2021, não de 2020. A pandemia não acabou, infelizmente. 3. O governo do Estado não recebeu o montante que Bolsonaro mencionou“, esclareceu Dino.

 

O governador Flávio Dino ajuizou ontem uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) para que o governo federal reative o pagamento de leitos de UTI para atendimento de covid-19.

 

Na ação protocolada junto ao STF, o Maranhão relatou que os leitos de UTI financiados pelo Ministério da Saúde se reduziram drasticamente. Até dezembro de 2020, 12.003 estavam habilitados pelo governo federal. Em fevereiro, essa quantidade caiu para 3.187, apesar do estado ter pedido habilitação de centenas de novos leitos.

 

Auxílio emergencial

 

No mesmo evento de hoje, Bolsonaro também falou sobre a possibilidade de pagar um novo auxílio emergencial para a população. Ele afirmou que está estudando a medida, mas reforçou que ela será apenas provisória.

 

“Grande parte de vocês recebeu o auxílio emergencial. Foram R$ 13 bilhões só para o Maranhão. Entendíamos que havia necessidade de socorrê-los, porque junto com pandemia houve o fechamento de postos de trabalho. No momento nossa equipe, juntamente com parlamentares, estudamos extensão por mais alguns meses do auxilio emergencial, que é emergencial. Não pode ser eterno, porque representa endividamento muito grande e ninguém aqui quer um país quebrado. O povo quer é trabalho”, concluiu Bolsonaro.

 

Segundo uma fonte do governo, o benefício de R$ 200 por mês seria pago pelos próximos três meses para compensar o fim do auxílio. Teriam direito ao valor até 30 milhões de pessoas que não tem carteira assinada e estão fora do Bolsa Família. Blog do John Cutrim

Nina Rodrigues: Rodrigues da Iara paga terço de férias dos servidores

Depois de antecipar o pagamento referente ao mês de janeiro dos servidores públicos de Nina Rodrigues, o prefeito Rodrigues da Iara autorizou nesta quinta-feira (11) o pagamento do terço de férias dos efetivos e comissionados.

 

Para Rodrigues, a ação demonstra planejamento, responsabilidade e principalmente respeito para com os servidores do município.

Márcio Jerry anuncia Marcelo Poeta como adjunto na Secid

O Secretário das Cidades, deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), aninciou através do twiter a chegada do ex-vereador Marcelo Poeta (PCdoB), como reforço da equipe na Secid.

 

De acordo com Jerry, Poeta assumirá uma secretaria adjunta na pasta. “Marcelo contribuirá com sua experiência política e de gestão”, disse o secretário na postagem.

 

Marcelo Poeta não se reelegeu vereador em São Luís em 2020, porém mesmo ficando na primeira suplência obteve mais de 5 mil votos.

Retrocesso: em meio a polêmica do atraso dos servidores, prefeita de Presidente Vargas anuncia pagamento manual

Em meio a crise ocasionada pela falta de pagamento dos servidores de Presidente Vargas, a prefeita Fabiana Figueiredo (PDT), usou suas redes sociais para informar que o pagamento dos proventos dos efetivos foram iniciados e estão sendo feitos de forma manual.

 

De acordo com a nota, o FAPAG continua bloqueado, por isso as transferências estão sendo feitas uma por uma, seguindo ordem alfabética.

 

Segue a nota da Prefeita:

 

Boa tarde, amigos e amigas servidores do Município!

 

Passando para informar que estamos fazendo o pagamento de forma manual, transferência uma a uma, em razão da FOPAG ainda permanecer bloqueada!

 

Iniciamos pela folha da educação, seguindo a ordem alfabética!

 

Até amanhã, final do dia, todos os efetivos estarão pagos.

 

Desculpem o transtorno! Mas vai dar tudo certo!

 

Abraço carinhoso da amiga, Fabiana.

Flávio Dino anuncia retorno de Karen Barros ao Procon

O governador Flávio Dino (PC do B) anunciou agora a pouco, nas suas redes sociais, o retorno da advogada Karen Barros para o comando do Procon e Viva Cidadão.

 

A também advogada Adaltina Queiroga, que estava presidindo o órgão, retornará para a equipe da Casa Civil, gerida pelo ex-deputado Marcelo Tavares.

 

Karen, que estava exercendo o cargo de secretária estadual adjunta de Educação, é esposa do deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos), que disputou a prefeitura de São Luís contra Eduardo Braide (Podemos).

 

Com o retorno de Karen para Procom e Viva Cidadão, Duarte deverá permanecer na Alema. Vale, aqui lembrar, que o parlamentar já presidiu o órgão também.

Osmar Filho dialoga sobre parcerias com representantes do setor da Engenharia e Arquitetura

– Foto: Hamilton Junior

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), reuniu-se, nesta quarta-feira (10), com os presidentes Fábio Nahuz (Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão), Luís Plécio (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão) e Hermes Fonseca (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Maranhão).

 

Na oportunidade, foram iniciadas tratativas para possíveis parcerias entre as entidades e o Parlamento ludovicense que beneficiem à população em alguns setores, como o da geração de emprego e renda.

 

Uma das questões tratadas foi aproximar as entidades da Câmara, fazendo com que elas operem, de maneira voluntária, como ferramentas consultivas que possam auxiliar os parlamentares em questões relacionadas ao urbanismo, por exemplo.

Também foi proposto que, por meio da futura parceria, sejam realizados no Palácio Pedro Neiva de Santana seminários que viabilizem capacitação técnica e esclareçam dúvidas de vereadores, servidores e do cidadão comum acerca de assuntos relacionados aos segmentos da Engenharia e Arquitetura e que estão ligados ao crescimento urbanístico de São Luís.

 

– Foto: Hamilton Júnior

Integrante do sistema Fiema (Federação das Indústrias do Estado do Maranhão), o SINDUSCON se colocou à disposição para intermediar uma parceria entre Sesi, Senai e Câmara, tendo como resultado a implementação de serviços destas instituições em atividades itinerantes que o Parlamento vier a promover na capital maranhense.

 

“É sempre bom dialogar com os representantes deste importante setor, que é o da Engenharia e Arquitetura. Iniciamos as tratativas e iremos ampliar o debate em uma próxima reunião que realizaremos com representantes da Fiema. Agradeço o apoio e sensibilidade dos presidentes das entidades”, afirmou Osmar Filho.

 

Fábio Nahuz classificou a reunião como extremamente positiva.

 

“Também foi um momento para estreitarmos laços, uma vez que os presidentes Luís Plécio e Hermes Fonseca assumiram as direções das entidades recentemente. Trabalhamos para fortalecer o campo da Engenharia e Arquitetura no Maranhão. Agradeço o presidente Osmar por sempre se mostrar interessado em parcerias que só irão beneficiar a população”, disse.

 

Também participou do encontro Ricardo Assunção, presidente do SINDUSCON Jovem.

Presidente Vargas: no 1° mês, Fabiana Figueiredo demonstra desorganização e atrasa pagamento dos servidores

A prefeita Fabiana (PDT) começou com o pé esquerdo sua administração no que tange, ao que há de mais importante em um município, que são os servidores públicos.

 

Enquanto Fabiana se ausentou talvez a metade ou mais disso dos 40 primeiros dias de gestão, sua equipe sequer conseguiu resolver a parte burocrática, como desbloqueio de acesso das contas e renovação de senhas, o que culminou no atraso dos proventos dos servidores de Presidente Vargas.

 

Em fraquíssima nota emitida no dia 05 de fevereiro pela prefeita Fabiana, é reconhecido pela propria gestora que ultrapassar o 5° dia útil do mês subsequente configura atraso e também a falta de organização administrativa, que não teve habilidade sequer de fezer o desbloqueio do FOPAG.

 

Veja nota emitida por Fabiana aqui.

 

O que se sabe, é que os transtornos provocados por esse atraso e a relação excêntrica de uma “certa” sindicalista com a atual mandatária têm gerado muitos atritos também no Sindicato dos Servidores do Município.

 

O município segue sem previsão de pagamento.

Maiobão deve ganhar Terminal de Integração

A Prefeita de Paço do Lumiar, Paula Azevedo (PCdoB), anunciou em suas redes sociais, que está buscando parcerias com o Governo do Estado para viabilizar a construção e instalação de um Terminal de Integração no Maiobão. A obra, um sonho antigo dos moradores do município deve melhorar a mobilidade urbana da região, inclusive de bairros do município de São José de Ribamar.

 

A notícia foi dada após reunião da prefeita e sua comitiva com o presidente da AGEM – Agência Executiva Metropolitana, Lívio Corrêa.

 

Além do Terminal, que dará mais agilidade para quem depende do transporte público municipal, a prefeita também anunciou que pretende transformar o antigo lixão do Iguaíba em área de preservação ambiental.

 

“Conversamos sobre vários projetos para o desenvolvimento do município. Entre eles, estamos com a ideia de transformar o espaço onde era o antigo lixão, que foi desativado, em área de preservação ambiental. Também discutimos sobre a construção de um terminal de integração no Maiobão.” Disse a prefeita logo após o encontro na AGEM.

 

 

A prefeita luminense também adiantou que foi tratado sobre o projeto de construção de uma Praça no bairro Lima Verde. O equipamento público garantirá área de convivência, espaço e lazer para os moradores do bairro.

2022: Josimar de Maranhãozinho reafirma pré-candidatura ao governo do estado

O deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) mantém o seu nome para a disputa ao Governo do Estado nas eleições de 2022.

 

Em vídeo, gravado na cidade de Zé Doca – administrada por sua irmã, Josinha Cunha (PL) – o parlamentar reafirmou sua intenção de disputar a eleição majoritária no ano que vem. Ele, praticamente, declarou o que já havia falado no mês passado em entrevista ao blog.

 

“Digo a todo o povo do nosso estado, que o meu projeto, a minha pré-candidatura para o Governo do Estado, continua firme”, disse.

 

No mesmo evento, Josimar anunciou que, para ser candidato, deixará a esposa, atual deputada estadual Detinha (PL) como candidata a sua vaga na Câmara Federal.

Em carta, consórcio de governadores pede retomada do auxílio emergencial

Governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal divulgaram, neste domingo (7/2), uma carta na qual pedem a retomada imediata do pagamento do auxílio emergencial, destinado a famílias de baixa renda, e da habilitação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

O texto é assinado pelos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB); do Acre, Gladson Cameli (PP); do Amapá, Antônio Waldez (PDT); do Amazonas, Wilson Lima (PSC); do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM); do Pará, Helder Barbalho (MDB); de Rondônia, Marcos Rocha (sem partido); de Roraima, Antonio Denarium (sem partido); e do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM).

 

“Enfatizamos que, neste momento, é vital a retomada da habilitação de leitos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), sob pena de se agudizar o problema do subfinanciamento em meses decisivos no enfrentamento à pandemia”, escreveram os nove líderes dos Executivos estaduais.

 

Dados mais recentes do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass)atualizados em 20 de janeiro apontam que, em todo o país, quase 13,3 mil leitos do SUS estão sem habilitação federal. Por outro lado, 6.586 leitos têm habilitação federal.

 

“Do mesmo modo, temos a expectativa de que ocorra a retomada imediata do auxílio emergencial, pois a persistência da pandemia gera múltiplos efeitos econômicos e sociais, demandando medidas compensatórias para as famílias”, complementaram, ao pedir apoio do governo do presidente Jair Bolsonaro.

 

Leia a íntegra da carta clicando aqui