Blog do Thales Castro - Thales Castro

Ação do Governo do Estado aquece setor econômico em São Bernardo

 

O Governo do Estado tem investido em ações para reduzir os impactos causados pela pandemia da Covid-19. Uma dessas ações é o Feirão do Trabalhador, iniciativa coordenada pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres) e o Sistema Nacional de Emprego (Sine), que leva serviços de cidadania gratuito aos maranhenses, em parceria com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema), Secretaria Estado de Segurança Pública (SSP), Defensoria Pública, Detran-MA, promovendo regularização de documentos, cadastro para vagas no mercado de trabalho, assim como oficinas de capacitação e palestras.

 

O Feirão já foi realizado em dois municípios do estado. A última edição aconteceu na cidade de São Bernardo. Um balanço feito pela Setres mostra que a ação do Governo do Estado também se consolida como uma das mais importantes para aquecer a economia dos municípios. Em São Bernardo, setores da rede hoteleira e ramo alimentício obtiveram lotação máxima durante a ação, por quase uma semana, levando em consideração a montagem da estrutura para o evento até sua a execução, gerando renda para pequenos empresários, trabalhadores autônomos e mototaxistas.

 

Bruno Lima é empresário do ramo alimentício, possui uma pizzaria, e relata a expressiva movimentação em seu empreendimento durante a realização do Feirão. “Fiquei surpreso com a movimentação de uma ação desse porte em nossa cidade. Além de levar serviços de cidadania para quem precisa, o comércio ficou movimentado com a chegada das equipes do Governo do Estado, que consumiram não só no meu estabelecimento, mas em outros do munícipio. Um saldo positivo para a população e ao grande e pequeno comerciante. Que essa ação possa vir mais vezes”, analisou o empresário.

O secretário da Setres, Jowberth Alves, falou sobre a importância da ação que leva políticas públicas para a população e que consequentemente movimenta e gera renda ao comércio local.

 

“A intenção é, basicamente, levar políticas públicas de cidadania ao trabalhador, principalmente nas áreas mais distantes e rurais do nosso estado. Aqui em São Bernardo, além das mais de 2 mil pessoas atendidas com o Feirão, obtivemos um outro saldo bastante positivo e que nos chamou muita atenção. A ação do Governo do Estado impactou de forma positiva o comércio local. O consumo em diversos setores, como no alimentício e hoteleiro, que chegaram a obter 100% de lotação, fez com que o dinheiro circulasse no munícipio e gerasse renda. Esta é mais uma ação popular do governo Flávio Dino beneficiando aos que mais precisam neste momento”.

 

Márcia Silva é moradora de São Bernardo e relata com felicidade a proximidade que essa ação tem com o munícipio e a população. “Que bom que o Governo do Estado está aqui. Eu precisei do feirão e fui prontamente atendida e essa ação também possibilitou uma renda extra até para amigos meus que são comerciantes e venderam bastante durante esse evento. Todos saem ganhando”, afirmou.

 

“Nesse período de pandemia, muitos deles ficaram impedidos de trabalhar, de comercializar, e o governo criou mais esta ação que chega aos munícipios para atender a quem precisa de serviços de cidadania de forma gratuita. Uma outra notícia que nos deixa mais feliz ainda é que o evento também movimentou o comércio e gerou renda para comerciantes, hotéis e ramo alimentício. Nós trabalhamos assim para gerar um alcance de benefícios máximos aos que mais precisam”, explicou o vice-governador Carlos Brandão que marcou presença na edição do Feirão do Trabalhador.

 

Edições

 

O Feirão do Trabalhador chega à sua terceira edição. Nesta segunda-feira (23) e terça-feira (24), a cidade de Grajaú, a 580 km da capital, sediará a ação do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura Municipal.

Categoria: Notícias