Em carta, consórcio de governadores pede retomada do auxílio emergencial
Blog do Thales Castro - Thales Castro

Em carta, consórcio de governadores pede retomada do auxílio emergencial

Governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal divulgaram, neste domingo (7/2), uma carta na qual pedem a retomada imediata do pagamento do auxílio emergencial, destinado a famílias de baixa renda, e da habilitação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

O texto é assinado pelos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB); do Acre, Gladson Cameli (PP); do Amapá, Antônio Waldez (PDT); do Amazonas, Wilson Lima (PSC); do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM); do Pará, Helder Barbalho (MDB); de Rondônia, Marcos Rocha (sem partido); de Roraima, Antonio Denarium (sem partido); e do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM).

 

“Enfatizamos que, neste momento, é vital a retomada da habilitação de leitos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), sob pena de se agudizar o problema do subfinanciamento em meses decisivos no enfrentamento à pandemia”, escreveram os nove líderes dos Executivos estaduais.

 

Dados mais recentes do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass)atualizados em 20 de janeiro apontam que, em todo o país, quase 13,3 mil leitos do SUS estão sem habilitação federal. Por outro lado, 6.586 leitos têm habilitação federal.

 

“Do mesmo modo, temos a expectativa de que ocorra a retomada imediata do auxílio emergencial, pois a persistência da pandemia gera múltiplos efeitos econômicos e sociais, demandando medidas compensatórias para as famílias”, complementaram, ao pedir apoio do governo do presidente Jair Bolsonaro.

 

Leia a íntegra da carta clicando aqui

Categoria: Notícias