Blog do Thales Castro - Thales Castro

Em Carta, Miltinho Aragão reforça apoio a Brandão e diz que “Deus e o povo” julgarão Eliziane

Secretário de mobilização do PSB no Maranhão, o ex-prefeito de São Mateus, Miltinho Aragão, enviou uma carta ao seu ex-secretário de Finanças, Atanildo de Oliveira, neste sábado (11) na qual faz um desabafo também à senadora Eliziane Gama (Cidadania) e seu esposo, Inácio Melo (PDT).

 

A mensagem, publicada nas redes sociais do político, foi em “caráter pessoal” ao ex-auxiliar e, nela, Miltinho “apontou episódios que levaram Eliziane ao Senado, mesmo tendo sido humilhada nas urnas durante as eleições de 2016, quando a parlamentar ficou em 4º lugar”.

 

Desde a exoneração de Atanildo da administração do prefeito Ivo Rezende, Miltinho estava sem se pronunciar sobre o episódio. No entanto, ele resolveu se manifestar pouco depois que seu ex-secretário ter publicado uma carta em suas redes sociais contando sua versão dos fatos e, com críticas ao ex-chefe, inclusive, lhe apontando com pivô de sua saída da atual administração municipal.

 

Leia abaixo a íntegra da carta:

 

Carta a Atanildo

 

1 – De início, de público, agradeço pelo convívio diário nos meus 02 mandatos (2013 até 2020) e pelo esforço e colaboração desprendidos nas missões administrativas que lhe confiei, através dos cargos de confiança a um jovem da nossa cidade, como fiz com tantos outros anônimos, garantindo oportunidade e visibilidade relevante, sempre nos termos do Artigo 37 da Constituição Federal do Brasil;

 

2 – A síntese da carta que você escreveu tem apenas a difícil missão de apresentar ao povo de São Mateus, seu pré-candidato a deputado estadual, Inácio Melo – atual marido da senadora Eliziane Gama, em detrimento a alguém que é filho de sua terra natal, justamente, o mesmo que lhe abriu as portas, que lhe deu oportunidades e plenos poderes, jamais visto a um secretário de finanças. Ademais, o meu ex-secretário, nem teve o cuidado de antes de usar a rede social para anunciá-lo, vir a minha presença e me despachar dignamente, preferindo não sair pelas portas da frente, como é de se esperar de todo aquele que zela por sua biografia;

 

3 – Em seu escrito, meu ex-secretário Atanildo, mente ao afirmar que a senadora Eliziane Gama mandou para o município R$ 10 milhões, depois que foi eleita para o cargo. A afirmação, entretanto, é totalmente equivocada, pois a ‘robusta ajuda’, ainda hoje São Mateus espera cair o primeiro centavo;

 

4 – O meu ex-secretário Atanildo, também se equivocou ao afirmar que ao ser nomeado para o cargo, o Município devia 06 meses de salários na época. Isso é devaneio. Fosse verdade, jamais teria sido eleito prefeito, reeleito para o mesmo cargo e ainda elegido meu sucessor, deixando a gestão com mais de 80% de aprovação;

 

5 – Outra mentira ‘plantada’ pelo meu ex-auxiliar é que fui “grosseiro e deselegante” com a senadora e/ou seu atual marido Inácio Melo. Onde está escrito? Gostaria que ele apontasse ou pudesse mostrar essa grosseria ou deselegância. Não lhe tenho em minhas contas como leviano, mas o ônus da prova cabe a quem acusa;

 

6 – A carta de Atanildo é uma combinação de ressentimentos, informações atabalhoadas, inverdades e ‘declarações de amor’ a Inácio Melo, com agressões a minha pessoa, apenas com o objetivo de passar certeza na nova relação que pretendo disputar contra o candidato apoiado por ele. No entanto, as consequências desta ação serão apreciadas e julgadas pelo tempo e pelo povo;

 

7 – A estratégia de Atanildo tende a ser fadada ao fracasso, pois vejo que ele usa o momento político e o pré-candidato Inácio para marcar espaço, visando se apresentar na política local em outro grupo e assumir o “espólio político” de um ex-prefeito. Me parece claro, pois este filme já passou, mas o final já é de conhecimento de todos;

 

8 – O que Atanildo não sabe ou finge não saber é que o “cavalo selado” passou em sua porta, mas ele não montou. Segurei nas rédeas e “suei” para convencê-lo a montar para ser o atual vice-prefeito, mas não consegui. Alguns poucos “amigos seus” não o deixaram montar, estes mesmos continuam ao seu lado, mas o tempo se encarregou de mostrar que essa ‘não montada’ foi um livramento. Um dia descobrirá, se eles ou eu, queria o teu melhor caminho;

 

9 – Meu caro Atanildo, você não encontrará nenhuma manifestação de ofensa a sua pessoa, da minha parte. No entanto, só não me cobre por manifestações de terceiros; a minha firme decisão de me posicionar em favor de Carlos Brandão, para ser o próximo governador, têm gerado diversas tentativas de “arapucas” e cooptação local de pessoas muito próximas, na vã tentativa de me desestabilizar. Não conseguirão, quem me conhece sabe, não conseguirão. É nestas horas que mais cresço;

 

10 – Todos sabem que tenho uma bela história de superação na política; nunca fui de desistir, sou um autêntico brasileiro e um são-mateuense, com muito orgulho, nascido pelas mãos da parteira, a mãe Justina, na Rua Benú Lago. Minha vida nunca foi fácil, por isso, estão e vão criar diversos pedregulhos no meu caminho, mas tudo vai passar, pois que está no comando dela é Deus;

 

11 – Em muito breve, quando o governador Flávio Dino, no alto da sua sabedoria e aprovação popular superior a 70% indicar o seu sucessor, estarei eu, a acompanhar fielmente o que entender melhor, assim como a imensa maioria da classe política e do povo maranhense que experimentam um novo momento deste Estado. E, que seja o mais breve governador, a evitar tantas discórdias de um lado só. Quem sabe, para juntar a muitos que hoje jogam pedras em quem um dia lhe estendeu a mão;

 

12 – Quanto à senadora Eliziane e Inácio Melo, personagens centrais da “Carta do Atanildo”, tenho boas lembranças dos tempos de Deputada Federal (2014 até 2018), quando de fato ajudou São Mateus, retribuindo a importante ajuda do povo desta cidade, que sob a minha liderança lhe garantiu o 1º lugar para Deputada Federal;

 

13 – Tenho como marcante o dia em que, na residência da então deputada, no Araçagy, ventilei a ideia de ela concorrer ao Senado. À época, em dezembro de 2016. Naquela data, ela tentava se erguer politicamente, após ser massacrada na disputa para prefeita de São Luís, ficando em 4º lugar, um momento da carreira pública dela em não existia Inácio Melo no dia a dia, da parlamentar. Naquele período, o marido da Senadora ainda não era um ‘empresário bem-sucedido’;

 

14 – Fui peça central na candidatura da então deputada Eliziane rumo ao Senado, em todos os níveis e sentidos. A Senadora, Inácio e o Atanildo, sabem muito bem o que fiz. Mas, após ela ter sido eleita senadora, bem diferente do que diz a carta do seu novo aliado político no município, nenhuma contribuição à nossa cidade. De 2019 até aqui, o apoio dela à São Mateus, foi ZERO;

 

15 – Repito, tudo que ajudou São Mateus, foi no período em que foi Deputada Federal (2014/2018), nem mesmo no auge da Pandemia, se dignou a senadora em ajudar esta cidade, REITERO, como senadora ZERO AJUDA, para o espanto e perplexidade de muitos políticos que sabem da minha história com a ilustre SENADORA DA REPÚBLICA;

 

16 – A confirmar o que descrevo até aqui, e o fiz com tamanha dedicação e sacrifício, até pessoal, pela campanha da Senadora Eliziane em 2018, o Senhor Inácio Melo, ao amanhecer do dia da eleição, 07 de outubro de 2018, ao telefone, fez um depoimento muito forte de reconhecimento por tudo que fiz;

 

17 – Chorando, aos prantos, com muita emoção, Inácio Melo, me dizia ao telefone que “tinha por mim um sentimento de irmão, por tudo que eu fiz pela mulher dele, que em instantes começaria a votação… e que eu tinha ganhado um irmão”;

 

18 – E, ao final da tarde do mesmo dia, já com a proclamação da vitória, Eliziane já senadora nas urnas. Naquela oportunidade, Inácio Melo, ao lado da esposa, volta a me agradecer por tudo que fiz, afirmando: “Cara, nós vencemos, tu foste fundamental, senão fosse tu nada disso seria possível”;

 

19 – É este mesmo Inácio Melo, Atanildo, que você agora se junta para me enfrentar dentro de São Mateus, após uma história bonita e tão recente. Deus, o povo e o tempo lhes julgarão… Não voltarei mais a tratar deste tema. Somos todos responsáveis por nossas escolhas. Da minha parte nenhum ressentimento. Aqui ficamos. Boa sorte.

 

Respeitosamente,

 

Miltinho Aragão

 

São Mateus/MA, 11 de setembro de 2021.

Categoria: Notícias