Blog do Thales Castro - Thales Castro

Municípios governados por partido de Josimar injetam R$ 8,1 milhões na economia com abono aos professores

Gratificação salarial beneficiou 2,2 mil servidores municipais de quatro cidades com valores entre R$ 1.500 a R$ 4.200

 

– Prefeito de Araguanã Flávio Amorim e Josimar

Nesta sexta-feira (15), quatro dos 39 municípios governados pelo PL, partido comandado no Maranhão pelo deputado Josimar, anunciaram o pagamento de valores entre R$ 1.500 a R$ 4.200 em abono salarial servidores do quadro do magistério da rede pública municipal. O anúncio foi feito em virtude do dia dos professores, que foi comemorado ontem, dia 15 de outubro.

 

A gratificação salarial beneficiou 2,2 mil servidores. Ao todo, os valores antecipados chegam a R$ 8,1 milhões. Além de aquecer a economia, o abono trouxe otimismo ao comércio e demais setores da economia das cidades.

 

Representantes de instituições ligadas ao segmento empresarial dos municípios estão confiantes com a influência de circulação do dinheiro extra, que ainda deve ser turbinado com o pagamento no final do mês referente a folha salarial do funcionalismo municipal.

 

 

Primeira a anunciar a novidade, Josinha Cunha (PL), que é prefeita de Zé Doca, destacou a importância dos profissionais da educação, e o quanto eles são merecedores de todo o reconhecimento. O valor dos incentivos pago no município foi de R$ 4 mil.

 

A iniciativa da gratificação salarial também foi anunciada por prefeitos de outras três cidades: Zé de Dário, de Centro do Guilherme; Flávio Amorim, de Araguanã; e Deusinha, de Maranhãozinho.

 

Abono em números

 

De acordo com dados obtidos pela reportagem, o total pago nas quatro cidades somam R$ 8.105.200, atendendo 2.216 servidores estabelecidos da seguinte forma:

 

 

No município de Maranhãozinho foram beneficiados 370 servidores da educação com abono no valor de R$ 4.100, totalizando R$ 1.517.000.

 

 

Na cidade de Centro do Guilherme pelo menos 396 profissionais foram contemplados com valor R$ 4.200, totalizando R$ 1.663.200 pagos.

 

Já em Araguanã foram 350 profissionais atendidos com uma gratificação de R$ 1.500, totalizando R$ 525.000.

 

Por fim, em Zé Doca, mais de 1,1 mil servidores da educação receberam R$ 4.000, somando R$ 4.400.000 pagos em benefícios.

 

Enfrentando desigualdade

 

Para o deputado Josimar, pré-candidato a governador pelo PL, esse modelo de gestão peelista que vem transformando os munícipios administrados pelo partido, será implantado no Maranhão a partir de 2023, visando tirar o estado dos piores indicadores do país.

 

Ele disse ainda que os investimentos em educação precisam ser prioridade, pois somente o setor pode ser usado como ferramenta para enfrentar a desigualdade social que assola tão fortemente o estado.

Categoria: Notícias