Blog do Thales Castro - Thales Castro

“Não tem mais volta, não tem mais o que decidir”, diz Josimar sobre disputa para governador em 2022

Declaração ocorreu em entrevista ao quadro Bastidores, do Jornal Bom Dia, da TV Mirante

 

O deputado federal Josimar (PL) afirmou, em entrevista Jornal Bom Dia, da TV Mirante, na manhã desta sexta-feira (12), que sua decisão de disputar o cargo de governador em 2022 não tem mais retorno.

 

“A minha pré-candidatura não está mais na fase de especulação. A fase de especulação foi durante as eleições municipais de 2020, mas meu grupo político saiu vitorioso em mais de 40 cidades no Maranhão. Não tem mais volta, não tem mais o que decidir”, frisou o parlamentar relembrando o encontro no último fim de semana em Itapecuru-Mirim, considerado o maior ato político da pré-campanha.

 

Entrevistado no quadro Bastidores, pelo jornalista Clóvis Cabalau, o parlamentar confirmou ainda que lançou sua pré-candidatura a governador em 2022, visando se tornar uma opção viável para o estado e sua gente. “O Maranhão e os maranhenses sempre serão mais importantes para mim”, completou.

 

Prestígio e respeito

 

No bate-papo, Josimar também fez questão de dizer que o PL é o partido que mais cresce no Maranhão, principalmente após a campanha vitoriosa da legenda nas eleições municipais de 2020.

 

Ele disse ainda que é presidente estadual do PL e declarou ter orgulho de que, desde que entrou na política, sempre esteve filiado à mesma legenda e ao longo desse tempo, adquiriu prestígio e respeito no cenário político estadual e nacional.

 

Filiação de Bolsonaro

 

Josimar também falou sobre a filiação do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, no PL, que está agendada para o próximo dia 22. No entanto, destacou que a Executiva Nacional do partido fará uma reunião no próximo dia 17 deste mês para discutir o assunto. “Nesse encontro será decidido os rumos da sigla em nível nacional, pois no cenário estadual tudo já está bem definido com o nome como pré-candidato a governador em 2022 e o controle do partido no estado sob nosso comando”, concluiu.

Categoria: Notícias